Traduzindo o Mundo de Dauntless

Se você acessar playdauntless.com e olhar para o topo esquerdo da página, você avistará uma visão familiar: uma bandeira regional. Clique nela e você será apresentado à lista de idiomas nos quais você pode ver o site. Há Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Espanhol e Português Brasileiro. As mesmas bandeiras – e lista de opções – também existem no jogo.

É fácil considerar essas coisas como dadas. (“É claro que está em Espanhol!”) Mas toda palavra que não está em Inglês no nosso site, jogo e até e-mails é resultado de um esforço conjunto de um time de tradutores, que voluntariam parte de seu tempo especificamente para nos ajudar a trazer Dauntless até você.

Sinalizador de Espinhos

Assassinando a Barreira Linguística

Traduzir Dauntless é um empenho de sentença por sentença. Cada frase, missão, nome de arma e botão entram no sistema como uma “string” a ser traduzida. Voluntários podem escolher traduzir uma string por si mesmos, ou podem votar na interpretação de outro tradutor. Assim que as strings são traduzidas e votadas, os voluntários mais experientes (denominados “Editores”) escolhem uma tradução como a versão final. Estas strings cuidadosamente traduzidas, examinadas e aprovadas são então direcionadas ao próprio jogo, se tornando as palavras e o mundo que você experimenta em Dauntless.

A maioria das strings levam apenas alguns dias para serem traduzidas. (Strings interessantes ou divertidas costumam mover-se ainda mais rápido.) Mas em algumas situações, variações linguísticas podem tornar até as mais curtas strings em quebra cabeças. Ao ser perguntado quais termos se encaixam entre os mais difíceis de traduzir, o Editor francês Enriel respondeu: “ARMAS”.

“Dar bons nomes é a chave para o sucesso. [Você tem que] saber como expressar a arma, passar o desejo de utilizá-la, condensar os significados em uma ou duas meras palavras. O Pique de Guerra se tornou aetherolance [em Francês] – um termo altamente debatido – pois quisemos abordar tanto o lado de enfatizar a aether quanto a natureza pontuda e perfurante da arma.”

Em alguns casos, sentenças tem de ser reestruturadas ou invertidas para que nos livremos de problemas gramaticais. “No jogo, temos strings que usam variáveis,” diz Alexandre Colson (Metalliguitare), outro editor da equipe francesa. “Por exemplo, ‘Slay 5 Embermanes using a [type] [weapon].’ Em Francês, temos de lidar com gêneros e plurais. Então tivemos de virá-las para que se tornassem ‘Slay 5 Embermanes with this weapon-type combo: [weapon] [type].’ Eu ainda não estou totalmente satisfeito com isso.”

Rafael Lourenço (Black_chef) gosta do desafio de deixar tudo em ordem. Ele tem traduzido o jogo de Inglês para Português há cerca de um ano. “Com algumas traduções, nós praticamente temos de esquecer o texto original e focar no significado por trás dele para que funcione.” Ele se orgulha especialmente da tradução do Gnashmasher: Esmagnasher.

(Smash significa “esmagar”.)

Uma Dedicação em Equipe

Apesar dos desafios contidos na tradução, os tradutores do Dauntless dividem grande afeto tanto pelo trabalho quanto pela comunidade que se desenvolveu em torno dele.

“Existem ótimas pessoas em todas as equipes,” diz Darthplagueis13, um editor alemão. “Uma noite em que todos os membros de todas as regiões estão online pode ser igualada a uma espécie de festa. Há geralmente alguém com quem você possa jogar Dauntless e se você quiser criar teorias, pode dirigir-se ao canal de lore [no Discord]. É uma sensação absolutamente maravilhosa fazer parte de uma comunidade cheia de pessoas amáveis.”

Derdotte, um dos primeiros tradutores a se juntarem ao programa, falou sobre a evolução da comunidade. “Nós começamos como um grupo bem ambíguo que só estava interessado em ver a Phoenix Labs crescer. Eu me juntei porque eu tinha de ajudar os desenvolvedores que estavam criando um jogo parecido com Monster Hunter para PC – algo que eu desejava já tinha tempo.” Com o tempo, Derdotte assistiu o programa mover-se de suas origens tech alpha e desenvolver uma comunidade autêntica. “Atualmente, o aspecto de comunidade [do programa] é a nossa conquista mais importante. Algo do qual eu estou muito orgulhoso.”

Os tradutores também foram rápidos em apontar a liderança de Melanie Fleming. Mel é a Gerente do Projeto de Localização do Dauntless e a líder do empenho de tradução voluntária. Com cerca de 150 tradutores ao longo do programa, ela investe boa parte de seu tempo guiando e coordenando esforços para deixar todas as línguas em ordem.

“A Mel é a grande líder que todos amamos,” diz Enriel. “Sem ela eu duvido que o programa de tradução existiria.”

O Caminho da Pena

Os tradutores do Dauntless são um grupo unido pela paixão compartilhada em jogar e um dom em línguas. Estas duas paixões inspiraram Mel Fleming e Brad Jolly – também conhecido como BlessRNG – a desenvolver um programa oficial de apreciação aos tradutores voluntários do jogo: o Programa de Agradecimento ao Tradutor.

Anunciado na última semana, este novo programa reconhecerá tradutores empenhados com vários ranks de recompensas in-game. O primeiro rank oferece um Sinalizador de Pena, um Emblema de Pena e um título especial de “Tradutor”. Os ranks mais altos oferecem outros títulos – de “Linguista” ao virtuoso “Herói Local” – além de alguns gestos especiais. Tradutores que contribuírem por três ou mais meses ganham seus nomes nos créditos do Dauntless.

Existe até um sinalizador sendo criado pela própria comunidade.

“Eu fiquei tão ansiosa quando Brad nos disse que poderíamos desenhar nosso próprio design que eu voltei para casa do trabalho naquela noite a uma da manhã e comecei a desenhar penas para todos os lados,” diz a Editora Anna Zenti (Elwing), carinhosamente denominada de “Nonna” (vovó) pelos membros da equipe italiana. “Eu tive algumas ideias boas e os outros editores me deram várias sugestões muito legais, fazendo com que eu retrabalhasse os desenhos de novo e de novo. Agora dois dos meus designs estão entre a decisão final. Eu estou tão orgulhosa e feliz!”

O Programa de Agradecimento ao Tradutor ainda está em seus primeiros estágios, mas fique de olho da próxima vez que estiver em Ramsgate. Se você vir uma pena, diga ao seu dono um “obrigado”. Nós faremos o mesmo.

Tornando-se um Tradutor

“Ninguém chega pronto para traduzir,” diz Enriel. “É por isso que somos um time de coração.”

“Eu era desajeitado no começo,” ele explica. “Eu estava muito ansioso para começar a provar meu potencial a mim mesmo. Metalliguitare (agora um bom amigo meu) me guiou e me ensinou muito. A Mel também nos transmitiu conhecimento e formas de aprender.”

Dezenove meses depois, Enriel fez grandes avanços. Na posição de pleno editor, ele ensina novos tradutores a aprimorarem suas habilidades e continua a trabalhar para refinar as suas próprias. “Nós não estamos procurando por pessoas ou tradutores perfeitos. Nós procuramos, como um time, por pessoas que queiram dividir suas opiniões, argumentar, mas também escutar e aceitar outras opiniões.”

“Entrar nesta equipe e depois me tornar um Editor é sem dúvida uma das melhores coisas que aconteceram na minha vida.” diz Elwing. “Eu jamais conseguirei agradecer o suficiente todos os amigos que eu fiz aqui. Eles são amigos verdadeiros. Eles me fizeram entender que eu posso fazer coisas incríveis. Que eu posso gerenciar uma equipe e trazer ideias para aprimorar um projeto que já é maravilhoso. E para uma pessoa tímida e insegura como eu, isso significa muito.

“Graças a este time, eu descobri que traduzir é o que eu quero fazer da vida, mesmo que seja difícil. Eu farei o que for necessário para que este sonho se torne realidade e se eu conseguir, eu sei que agradecerei cada um deles do fundo do meu coração.”

Junte-se ao Programa

Nós estamos sempre procurando por voluntários de tradução – especialmente aqueles que conseguem ler e escrever em italiano. Se você tiver 18 anos de idade ou mais e estiver interessado em trazer Dauntless à sua região, clique no banner abaixo e nos mande seus dados. Estamos ansiosos para ouvir de você!

Candidate-se ao programa de tradução


Comentários estão bloqueados. Por favor, visite o forum para discutir mais sobre este artigo